Sempre um homem…

"Entre Aspas"

Eu me encolhi no ônibus. Eu olhei por cima do ombro na rua. Eu dei graças quando vi outra mulher no mesmo caminho. Tiveram que botar uma mulher na consulta do ginecologista, uma testemunha. Ai, não é bom deixar ele trocar a fralda da menina, sabe como é, né. Homem é homem.

Eu deixei de usar as roupas que eu gostava pra ir na academia porque o dono da mercearia da esquina me olhou diferente duas vezes. Eu não tiro a garrafa d’água de perto de mim. Você não é louca de bobear e deixar que coloquem alguma coisa na sua água! Você não é louca de pegar uber sozinha essa hora! Você não é louca de sair pra rua depois de escurecer! Você não é louca! Você é louca? Eu sou.
Eu fico louca.

Eu não consigo respirar com essas mãos no meu pescoço, você não entende que eu…

Ver o post original 380 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s