Mais uma para os namorados!

Ela chorava, ele ria.

Ela falava, ele não ouvia.

Ela sofria, ele nem ligava.

Ela o esperava, ele não voltava.

Ela queria coisa séria, ele queria se divertir.

Ela queria pra sempre, ele só por um momento.

Ela falava “Te amo!”, ele respondia da boca pra fora.

Ela procurava o príncipe, ele procurava a próxima.

Ela queria só ele, ele queria qualquer uma.

Ela ficava por sentimento, ele ficava por quantidade.

No fim, ele descobriu que ela era ‘única’ e ela descobriu que ele era ‘apenas mais um’.

Você aceitaria?!

Você aceitaria se eu dissesse que queria ser somente tua pra sempre, num pra sempre que existe e que é só nosso?
Você me colocaria nos teus braços e aceitaria meus defeitos os quais eu posso muito bem deixar num passado que não me cabe mais porque você fez eu esquecer que já chorei um dia por achar que amor não existia?
Você aceita me amar e principalmente deixar eu te amar além das forças de uma alma sedenta pra se derramar pelo teu ser?
Você aceita me fazer tua?

Scheila Azevedo Hinnah

Alguns conselhos grátis!

“Você deve prestar muita atenção ao que realça sua beleza e ao que a esconde.
Isso é importante para toda mulher.”

Madame Charme.

“Às vezes, quando você perde o seu caminho, encontra a si mesmo.”

Mandy Hale

“Errar é humano, perdoar é preciso, e correr atrás daquilo que realmente queremos é uma obrigação.”

Bob Marley

“Beije, Ame, Sorria, Sinta, Grite, Chore, Cante, Faça amigos. A vida é só uma e passa rápido, pare de deixar pra depois”

Cazuza

 

 

Para os namorados…

É preciso amar direito, um amor de qual quer jeito, ser amor a qual quer hora, ser amor de corpo inteiro! Amor de dentro pra fora, amor que eu desconheço; Quero um amor maior, amor maior que eu!

Quero ser o teu melhor sorriso, te mimar sempre que possível. Quero ser tua vontade louca, me lambuzar no mel da sua boca. Ser teu sonho, teu segredo, tua raiva, teu medo… Teu desejo mais profundo. Tua vida, teu mundo.

Tudo por amor é quando se aprende a amar não quando se encontra a pessoa perfeita, e sim quando se aprende a crer na perfeição de uma pessoa imperfeita.