Série A Parisiense – Prólogo

Vista-se como uma parisiense:

Você não precisa nascer em Paris para ter o estilo da parisiense. Eu sou o melhor  exemplo disso: nasci em Saint-Tropez! Ter um  estilo “made in Paris” é mais um estado de espírito.
Ser alternativa e nunca burguesa, por exemplo.
A parisiense jamais cai na armadilha das  tendências: ela respira o l’air des temps e as usa  com critério, eis sua receita secreta! E sempre tem  um objetivo: divertir-se com a moda. Ela segue  algumas regras, mas adora transgredi-las também,
faz parte do estilo. Os seis pontos a seguir têm o seu DNA. C’est facile!

Diga a si mesmo todas as manhãs ao se levantar: Hoje eu dou amor e hoje eu recebo amor

LêAqui

Diga a si mesmo todas as manhãs ao se levantar universo naturalCada um de nós é uma peça única do quebra-cabeça que se encaixa perfeitamente na Vida. Não temos que nos justificar ou sermos diferentes do que somos, pois o que estamos fazendo é perfeito para a nossa evolução. Não podemos nos julgar ou julgarmos outra pessoa, pois nunca sabemos onde ela está em seu caminho.

Podemos amar a nós mesmos. Podemos despertar para o amor e nos permitirmos viver no espaço da alegria, onde as mudanças positivas acontecem automaticamente. Somos perfeitos exatamente como somos.

Cada um de nós tem uma enorme fonte de amor interior, e quando permitimos que ela se manifeste, ela flui de nós. É uma fonte inesgotável. Pense em todos que você encontrou hoje, ou pense nas pessoas que são especiais a você. Deixe o amor fluir do seu coração para estas pessoas. Sinta o seu coração se abrindo agora. E ainda que ele esteja aberto, deixe-o…

Ver o post original 84 mais palavras