Eu pedi …

Eu pedi força e Deus me deu dificuldades para me fazer forte.

Eu pedi sabedoria e Deus me deu problemas para resolver.

Eu pedi prosperidade e Deus me deu cérebro e músculos para trabalhar.

Eu pedi coragem e Deus me deu perigo para superar.

Eu pedi amor e Deus me deu pessoas com problemas para ajudar.

Eu pedi favores e Deus me deu oportunidades.

Eu não recebi nada do que pedi, mas recebi tudo de que precisava.

O caminho que eu escolhi …

O caminho que eu escolhi é o do amor, não importam as dores, as angústias, nem as decepções que eu vou ter que encarar. No meu caminho, o abraço é apertado, o aperto de mão é sincero, por isso não estranhe a minha maneira de sorrir, de te desejar o bem. É só assim que eu enxergo a vida, e é só assim que eu acredito que valha a pena viver”

Tem algo de errado!

“Antes eu achava que todo mundo era meu amigo. Um dia, depois de muito sentir um gosto amargo e horrível na boca, descobri que muita gente queria me ferrar. Sim, as pessoas querem (e vão, me desculpem, mas vão) te ferrar. Tem amigo que não suporta te ver feliz. Tem conhecido que não aguenta ver o teu sucesso. Tem amigo que não gosta de ver que o teu relacionamento está dando certo. Tem parente que sente um ciúme trouxa. Tem gente que não sabe o que é gostar. Tem gente que não respeita nada. Acredito no seguinte: o olho das pessoas que gostam de você sempre vai brilhar quando alguma coisa boa te acontece. Se ele não brilha, meu amigo, há algo errado no paraíso.”

Clarissa Corrêa.