O direito de SER

- Meu refúgio -

Se a dor é individual,

se o amor é individual,

com que direito as pessoas querem

escolher o que é melhor para os outros?

 

Não,

não e mil vezes não!

 

Ninguém tem o direito

de interferir na felicidade de

outra pessoa.

Cada qual deve conhecer

os limites do seu próprio jardim

e também os do vizinho,

filhos, pais e amigos.

 

Medo de que o outro

se engane e seja infeliz?

Cada qual deve ter sua quota

de responsabilidade naquilo

que faz ou deixa de fazer,

deve ter o direito de experimentar

o doce da felicidade e o

amargo das decepções,

 se for preciso.

 

Isso chama-se respeito

à individualidade de cada um,

dar-lhe o direito de ser e

ser completamente,

exatamente como desejamos

para nós mesmos,

exigimos até.

 

O difícil no relacionamento

entre as pessoas é saber até

onde deve-se ir.

 

O fio que separa…

Ver o post original 349 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s