Peter S. Quinn

Não sou aquela maçã perfeita lá no topo da árvore, tive quedas na vida que já me machucaram bastante… Já fui mordida quando não merecia, já tive que amadurecer muito rápido, já tive pragas em minha vida, já fui apanhada de surpresa por mãos ruins, já caí em galhos podres.
Apesar de ter tido estações ruins, de ter vivido tempos difíceis, de ter enfrentado dias secos e de ter suportado muitos tombos, eu não apodreci! Muito pelo contrário, criei defesas em mim.
Aprendi que estar no topo não é exatamente o mais sensato. porque ter plantado novas sementes em mim e ter aprendido a colher novos frutos na vida, me ensinaram muito mais. Agora eu posso optar em colher e não esperar ser colhida. Para muitos o topo é mais importante, mas pra mim, as raízes são mais fortes, porque foram com os pés no chão, que eu aprendi a escolher melhor os meus frutos …
Não existe uma maneira certa de amar alguém. Não sabemos como amar, mas o amor sabe exatamente o que faz com a gente, ele une dois corpos em uma alma só, nos apresenta o incomum, o raro. O amor abre para nós todas as portas do mundo, mas cria na gente uma vontade enorme de permanecer exatamente onde estamos, amando e sendo amado de diferentes maneiras, sendo todas elas mágicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s